22 Mai 2020

PUCPR participa de doação de 900 faceshields para catadores

Máscaras são reutilizáveis e ajudam trabalhadores da reciclagem a se prevenirem do novo coronavírus.

 

faceshields

Da esquerda para a direita: professor Dalton Kai, da PUCPR, Flávia Sotto Maior, representante do Instituto Paraná Lixo Zero, Ibson Martins de Campos, Superintendente de Controle Ambiental da Prefeitura, e Leila Maria Zem, coordenadora de Educação Ambiental da SMMA.

Professores da PUCPR entregaram, na última semana, 900 máscaras do tipo faceshield para a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA) de Curitiba. As máscaras, desenvolvidas pelos docentes da Universidade, serão distribuídas para 40 associações de catadores de materiais recicláveis do Programa Ecocidadão e complementação o kit de proteção que inclui máscaras e luvas, já distribuídas pelo município.

“Com as outras medidas recomendadas, como o distanciamento e a quarentena do lixo reciclável, garantimos mais segurança às pessoas que desempenham um papel tão importante”, observa o superintendente de Controle Ambiental da Prefeitura Municipal, Ibson Martins de Campos.

O contato entre PUCPR, catadores e SMMA foi intermediado pelo Instituto Paraná Lixo Zero. As faceshields doadas são resultado do esforço dos professores Dalton Kai, do curso de Engenharia de Produção da PUCPR, e Aguilar Selhorst Junior, do curso de Design, que produziram um modelo feito apenas de acetato e que sai pronto após alguns cortes. Além disso, as peças podem ser lavas com água e sabão e reutilizadas, aspecto importante para a proteção e sustentabilidade.

“É muito gratificante poder ajudar os trabalhadores da reciclagem e vê-los utilizando os protetores faciais da PUCPR. Acredito que essa é uma ação que vai bem além de protegê-los do coronavírus, é permitir que possam trabalhar e assegurar o seu sustento de forma segura”, comenta o professor Dalton, um dos responsáveis pela ação.

Para produzir as peças os professores contaram com o apoio da Unimed Curitiba, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), do Instituto Federal do Paraná (IFPR) e de gráficas de Curitiba, por meio da Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf) e do Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado do Paraná (Sigep), que colaboraram com matéria-prima e maquinário.

Hospitais também receberam doações

A doação das faceshields para os catadores faz parte de uma ação mais ampla de colaboração. As máscaras desenvolvidas pelos professores da PUCPR também contribuíram com a proteção das equipes de saúde: mais de 2 mil peças foram doadas para a Secretaria de Saúde do Estado do Paraná(SESA), que encaminhou o material para hospitais da capital paranaense. Há uma expectativa de produzir mais 16 mil máscaras.

Universidade mobilizada

Diversas outras iniciativas estão sendo desenvolvidas na PUCPR para contribuir com a sociedade durante a pandemia. Entre elas, está a produção e doação de álcool em gel e uma campanha de arrecadação de alimentos e produtos de higiene para moradores da Vila Torres, nas imediações da Universidade, atuação voluntária de estudantes e professores de Enfermagem na campanha de vacinação contra a gripe, em Curitiba, a produção de máscaras, aventais e outras roupas para paramentação de profissionais de saúde, além de pesquisas para o desenvolvimento de ventiladores mecânicos, usados na rede de saúde, que sejam mais acessíveis.